sexta-feira, 2 de agosto de 2013

SIMULADO DE PORTUGUÊS - SAEB/SPAECE-2013


Questão 1. 
Leia o texto abaixo.

 A gansa dos ovos de ouro

 Era uma vez um casal de camponeses que tinha uma gansa muito especial. De vez em quando, quase todo dia, ela botava um ovo de ouro. Era uma sorte enorme, mas em pouco tempo eles começaram a achar que podiam ficar muito mais ricos se ela pusesse um ovo daqueles por hora, ou a todo momento que eles quisessem. Falavam nisso sem parar, imaginando o que fariam com tanto ouro. — Que bobagem a gente ficar esperando que todo dia saia dessa gansa um pouquinho... Ela deve ter dentro dela um jeito especial de fabricar ouro. Isso era o que a gente precisava. — Isso mesmo. Deve ter uma maquininha, um aparelho, alguma coisa assim. Se a gente pegar pra nós, não precisa mais de gansa. — É... Era melhor ter tudo de uma vez. E ficar muito rico. E resolveram matar a gansa para pegar todo o ouro. Mas dentro não tinha nada diferente das outras gansas que eles já tinham visto – só carne, tripa, gordura... E eles não pegaram mais ouro. Nem mesmo ganharam um ovo de ouro, nunca mais.      (MACHADO, Ana Maria. O Tesouro das Virtudes para Crianças . Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 1999.)

(P04017MG) – O ditado popular que melhor combina com essa história é
A) “A união faz a força”.
B) “Quem tudo quer tudo perde...”. 
C) “De grão em grão a galinha enche o papo”.
D) “A vingança tarda, mas não falha”.   
(Habilidade– Inferir uma informação implícita em um texto.)

 Questão 2
Leia o texto abaixo.
O príncipe sapo

Uma feiticeira muito má transformou um belo príncipe num sapo, só o beijo de uma princesa desmancharia o feitiço.
Um dia, uma linda princesa chegou perto da lagoa em que o príncipe morava. Cheio de esperança de ficar livre do feitiço, ele lhe pediu um beijo. Como ela era muito boa, venceu o nojo e, sem saber de nada, atendeu ao pedido do sapo: deu-lhe um beijo.
Imediatamente o sapo voltou a ser príncipe, casou-se com a princesa e foram felizes para sempre. Seieszka, Jon. O patinho realmente feio e outras histórias malucas. São Paulo: Companhia das letrinhas , 1997, [s. p]. (P050060CE_SUP)

(P050060CE) - O que deu origem aos fatos narrados nesse texto?
A) O beijo da princesa.
B) O feitiço da feiticeira.
C) O nojo da princesa.
D) O pedido do sapo. 
(Habilidade- Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa.)

 Questão 3
Leia o texto abaixo.
Cuidado            

Depois da chuva, o menino vestiu uma roupa azul muito bonita e saiu todo alegre para brincar. A mãe avisou: — Cuidado! A roupa é nova, não vá se sujar. Pouco depois o menino voltou com a roupa suja de lama. A mãe, zangada, falou: — Mas você não sabia que a roupa estava limpinha? Que roupa custa dinheiro? Será que você não sabe que menino educado não fica deste jeito? — Tudo isso eu sei. O que eu não sabia é que o carro ia passar bem na poça d’água e jogar lama em mim. 

(P050042CE) - O menino ficou sujo de lama porque
A) a mãe ficou zangada.
B) era desobediente.
C) era mal educado.
D) o carro jogou lama nele. 
(Habilidade– estabelecer a relação causa/consequência entre partes e elementos do texto.)

 Questão 4.
Leia o texto abaixo.     
O MACACO E A VELHA 

 Havia uma velha, muito velha, chamada Marocas. Ela possuía um lindo bananal. Mas a coitadinha da velha comia poucas bananas, pois havia um macaco que lhe roubava todas. Um dia, Marocas, cansada de ser roubada, teve uma ideia. Comprou no armazém vários quilos de alcatrão e com ele fez um boneco. Colocou-o num grande tabuleiro e o levou para o meio do bananal, pensando em dar uma lição no macaco. Logo que Marocas voltou para casa, lá veio o macaco Simão de mansinho. Quando avistou o boneco, zangou-se pensando que ele lhe roubava as bananas.  O macaco, muito zangado, deu-lhe uns sopapos, ficando com a mão grudada no alcatrão. Deu-lhe um pontapé. Ficou preso no boneco também o seu pé. O macaco deu, então, uma cabeçada e ficou todinho grudado.  Marocas, saindo do barraco, pegou o chicote e surrou o macaco e só parou, quando Simão, dando três pulos, desgrudou-se do alcatrão e fugiu. Certa manhã, Simão teve uma ideia para se vingar da velha Marocas. Ele entrou numa pele de leão que encontrou na floresta. Pulou o muro da casa da velha e escondeu-se no bananal.  Quando a velha apareceu, Simão soltou um urro terrível e deu-lhe um bote. A velha
gritou e tentou fugir, mas, naquele alvoroço, caiu bem no fundo do poço que havia no quintal. O macaco, vendo o perigo que ela corria, ficou muito triste, pois queria assustá-la, mas não matá-la. Saiu bem rápido de dentro da pele e, olhando em volta, subiu num pé de jamelão, pegou num galho bem grosso e espichou bem o rabo até o fundo do poço.  Os gritos chamaram a atenção dos vizinhos que, chegando ao bananal, surpreenderam-se com a cena.  O macaco fazendo força, trazendo Marocas dependurada no seu rabo. Depois desse dia, as coisas mudaram. Marocas e o macaco ficaram amigos. Era uma beleza! Ela, em vez de pancadas, dava-lhe bananas e doces. 
(CAPPELLI, Alba; DIAS, Dora. O macaco e a velha. Coleção Lua de papel. FTD. *Adaptado: Reforma Ortográfica. (P050026A9_SUP)

(P050027A9) - O que deu início à briga entre Marocas e o macaco?
A) A lição que Marocas deu no macaco. 
B) A surra de chicote que o macaco levou.
C) O boneco roubar as bananas do macaco.
D) O macaco comer as bananas da Marocas.
(Habilidade– Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa.)

 Questão 5
Leia o texto abaixo.
MEIO AMBIENTE

A descoberta do estranhíssimo sapo-fóssil
Apareceu pelas colinas da Índia um sapo bem esquisitão. Para começar, ele é roxo (“ creeedo! ”). Tem sete centímetros e um focinho pontudo. A cabeça é meio pequena para o corpo, e, por isso, o bicho parece mais uma bolha gosmenta roxa ( Creedo! ) do que um ser vivo. E mais estranho que isso só o nome dele: Nasikabatrachus sahyadrensis (mas esse nome- palavrão na verdade quer dizer uma coisa bem simples – “sapo da montanha Sahyadri”). 
O sapo pode até ser feioso, mas, para os seus descobridores, ele é o bicho mais bonito do mundo. É que o sapo da montanha é um fóssil vivo, de 130 milhões de anos atrás. Os antepassados dele viveram na época dos dinossauros, e, por isso, o sapão roxo é muito importante para entender como os anfíbios da família dele evoluíram. Logo... o Nasika é lindo! 
Disponível em: <http://www.canalkids.com.br/central/arquivo/meio_sapofossil.htm> (P050053A9_SUP)

(P050053A9) - De acordo com esse texto, qual é a opinião dos pesquisadores sobre o sapo encontrado na Índia?
A) Ele é o bicho mais lindo do mundo.
B) Ele tem sete centímetros e focinho pontudo.
C) É roxo e apareceu nas colinas da Índia.
D) É um fóssil vivo de 130 milhões de anos. 
(Habilidade– Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.)

Questão 6
Leia o texto abaixo.
ELA É SUPER

Conheça as incríveis habilidades da onça-pintada e saiba mais sobre esse felino.
Capaz de se disfarçar na mata, andar com leveza, escalar árvores altas e atravessar rios, a onça parece ter os poderes de invisibilidade de um guerreiro ninja.
Ela usa todas essas habilidades para caçar e se proteger. Costuma ser mais ativa quando o sol se põe e pode caçar à noite, pois enxerga bem no escuro e tem audição e olfato aguçados.
Como tem pernas curtas, ela não corre. Se esconde, segue a presa sem ser percebida e ataca saltando de um galho ou do meio da mata de repente, com uma mordida mais forte do que a de felinos maiores.
  Revista Recreio , São Paulo: Abril, n.487, p. 20, 9 de jul. 2009. Fragmento. (P050102CE_SUP)

(P050102CE) - De acordo com esse texto, a onça-pintada usa suas habilidades para
A) aguçar o olfato.
B) caçar e se proteger.
C) enxergar no escuro.
D) ficar invisível. 
(Habilidade – Identificar uma informação explícita em um texto.)

Questão 7
Leia o texto abaixo.
O crescimento do cabelo

Quem não curte um corte de cabelo estiloso para dar uma turbinada no visual?
Nosso cabelo, assim como as unhas, nunca param de crescer. Por isso podemos cortá-lo de várias formas sem correr o risco de ficar com a cabeça pelada.
O cabelo é um fio produzido por uma glândula que fica abaixo da pele. O pelo brota no folículo, que é uma espécie de tubo no qual as células produzem proteínas e queratina. Essas substâncias se acumulam em seu interior e são empurradas pra cima, endurecem e assumem a forma de um fio. 
Existem cabelos de todos os tipos: lisos, crespos, amarelos, vermelhos etc. A cor e a textura são determinadas por fatores genéticos. (Jornal Estado de Minas , p. 8, 12 jan. 2008. *Adaptado: Reforma Ortográfica.)

(P050116A8) - No trecho “Essas substâncias se acumulam em seu interior e são empurradas pra cima...”, a expressão destacada substitui
A) a proteína e a queratina.
B) as glândulas e a pele.
C) o cabelo e a unha.
D) os amarelos e os vermelhos. 
(Habilidade – Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto.)

 Questão 8
Leia o texto abaixo.
CURIOSIDADES PELO MUNDO

Sabia que no Egito é uma tremenda falta de educação mostrar a sola dos pés, enquanto que encher uma xícara de chá até transbordar é um gesto superelegante. Já na Áustria bater em uma mesa com os punhos fechados, significa boa sorte (com certeza a mesa não teve sorte).
No Japão, levantar o polegar quer dizer namorado, e levantar o dedo mindinho quer dizer namorada. Ah! Essa é superimportante, para o caso de você algum dia ir para Bulgária. É que lá, ao contrário daqui, balançar a cabeça para os lados significa “Sim”, e balançar para cima e para baixo significa “Não”. Bom, para terminar, se algum dia você estiver na Itália, saiba que levar uma garrafa de vinho em um jantar que você foi convidado é um grande insulto. E esperar todos se sentarem à mesa para começar a comer é uma falta de consideração com o alimento.
Com essas dicas, aposto que se algum dia você viajar para alguns desses países não irá pagar tanto mico, se bem que é uma delícia pagar micos em viagens para depois contar para os amigos, e fazer a viagem valer a pena.
(NEVES, Ana Paula. Disponível em: http://www.pequenoartista.com.br/pa/bocao/jornal1.aspx> *Adaptado: Reforma Ortográfica. (P050128A8_SUP) )

 (P050128A8) - A frase que expressa uma opinião é:
A) “Já na Áustria bater em uma mesa com os punhos fechados significa boa sorte...”.
B) “...esperar todos se sentarem à mesa para começar a comer é falta de consideração com o alimento.”. 
C) “...se bem que é uma delícia pagar micos em viagens para depois contar para os amigos,...”.
D) “No Japão, levantar o polegar quer dizer namorado, e levantar o dedo mindinho quer dizer namorada.”. 
(DHabilidade– Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.)

 Questão 9
Leia o texto abaixo. 
Menina e Menino

Nem sempre os colegas entendem a amizade entre meninos e meninas. Mas o melhor é não ligar para as piadinhas sobre namoro, assim a turma esquece o assunto. Se você encontrou uma pessoa legal, não interessa se é menino ou menina. Contar com um melhor amigo de outro sexo tem até vantagens. Afinal, assim você vai poder entender mais como as meninas ou os meninos pensam. Re vista Recreio, v. 6, n. 273, p. 12, jun. 2005. (P050178A9_SUP)

 (P050178A9) - O assunto desse texto é
A) a amizade entre menino e menina.
B) a forma de pensar das meninas.
C) o encontro com uma pessoa legal. 
D) o respeito a pessoas diferentes. 
(Habilidade– Identificar o tema de um texto.)

 Questão 10
Leia o texto abaixo.        
SAUDADES 

Tenho saudades de muitas coisas 
do meu tempo de menininha:
sentar no colo do meu pai,
ninar boneca sem receios.
chorar de medo da morte da mãe,
sonhar com festa e bolo de aniversário,
cantar com os anjos na igreja,
ouvir as mágicas histórias de vovó,
brincar de pique, de corda e peteca,
acreditar em cegonhas, fadas e bruxas
e sobretudo no Papai Noel. 
será que quando for velhinha,
e já estiver caducando,
vou viver tudo de novo?
JOSÉ, Elias. Cantigas de Adolescer . São Paulo: Atual, 2003. p.15. (P050466A9_SUP)

 (P050467A9) - Nesse texto, quem fala que sente saudades é uma
A) boneca.
B) jovem.
C) menininha.
D) velhinha. 
(Descritor 10 – Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.)

 Questão 11
Leia os textos abaixo.
TEXTO 1
Não deixe seu melhor amigo com raiva

A vacina contra a raiva protege seu animal, evitando que ele fique doente e ameace a saúde de sua família.
No dia 28 de setembro, a Secretaria Municipal de Saúde realiza a Campanha Antirábica Animal.
Procure o posto de vacinação mais perto de sua casa, levando seu cachorro ou gato, no horário de 9 às 17 horas.
Prefeitura Municipal de Betim. *Adaptado: Reforma Ortográfica. 

 TEXTO 2
Mordida de cão, gato, rato e cia.

De repente, o cachorro do vizinho ou um vira-lata não simpatiza com seu filho e lhe dá uma mordida. O que fazer? Primeiro, acalme-se e veja o estrago. Depois de cuidar do ferimento da criança, passe a prestar atenção no animal.
Se for possível, observe como se comporta o animal (esta observação pode mudar tudo). Por exemplo: se o animal não puder ser observado para saber se está com alguma doença, o esquema de vacina contra a raiva deverá ser o mais rigoroso possível. Por outro lado, se o animal, depois de 10 dias de observação, permanecer saudável, a criança poderá se livrar de um esquema vacinal na maioria das vezes longo, cansativo e doloroso.
Em todos os postos de saúde do Brasil você pode encontrar o esquema de vacinas contra raiva. recomendado pela Organização Mundial de Saúde, baseado no local da mordida, na gravidade da lesão e nas condições de saúde do animal. 
                                 Ziraldo e Dr. Tuta. Manual de sobrevivência do Menino Maluquinho. Porto Alegre: L&PM, 1997. p. 40-41. *Adaptado: Reforma Ortográfica.   (PALP04053AC_SUP)

                                                                                        
 (PALP04053AC) - O assunto desses dois textos é
A) a saúde das crianças.
B) a vacina das crianças.
C) a saúde no Brasil.
D) a vacina contra a raiva. 
(Habilidade – Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, em função das condições em que ele foi produzido.) 

Questão 12
Leia o texto abaixo. 
O sábio 

Havia um pai que morava com suas duas jovens filhas, meninas muito curiosas e inteligentes.
Suas filhas sempre lhe faziam muitas perguntas.
Algumas, ele sabia responder. Outras, não fazia a mínima ideia da resposta.
Como pretendia oferecer a melhor educação para as suas filhas, as enviou para passar as férias com um velho sábio que morava no alto de uma colina. Esse, por sua vez, respondia a todas as perguntas, sem hesitar.
Já muito impacientes com essa situação, pois constataram que o tal velho era realmente sábio, resolveram inventar uma pergunta que o sábio não saberia responder.
Passaram-se alguns dias e uma das meninas apareceu com uma linda borboleta azul e exclamou para a sua irmã:
— Dessa vez o sábio não vai saber a resposta!
— O que você vai fazer? Perguntou a outra menina.
— Tenho uma borboleta azul em minhas mãos. Vou perguntar ao sábio se a borboleta está viva ou está morta. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la rapidamente, esmagá-la e, assim, matá-la. Como consequência, qualquer resposta que o velho nos der, vai estar errada.
As duas meninas foram, então, ao encontro do sábio que se encontrava meditando sob um eucalipto na montanha. A menina aproximou-se e perguntou:
— Tenho aqui uma borboleta azul. Diga-me, sábio, ela está viva ou morta? 
Calmamente, o sábio sorriu e respondeu:
— Depende de você... Ela está em suas mãos.
                                                                      Enviado por Josefa Prieto Andres. (PALP04143MS_SUP)

 (PALP04146MS.1) - Na frase “... respondia a todas as perguntas, sem hesitar .” , a expressão sublinhada quer dizer 
A) de maneira confusa.
B) de maneira insegura.
C) rapidamente.
D) negativamente. 
(Habilidade- Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.)

Questão 13
Leia o texto abaixo.
Combate à dengue 

Elimine a água parada.
Recolha, proteja e tampe as latas, garrafas e pneus.
Tampe a caixa d’água.
Troque a água por areia nos vasos de plantas e lave bem os pratos dos xaxins.
 Ministério da Saúde. 

(PALP04183MS) - Esse texto é usado para 
A) ensinar a plantar flores.
B) divulgar um fato acontecido.
C) descrever uma doença.
D) ensinar a combater a dengue.
(Habilidade- Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.)

Questão 14
Leia o texto abaixo.
No alto das árvores

O bicho-preguiça é um mamífero que só é encontrado nas florestas da América Central e do Sul. Ele vive no alto das árvores, alimentando-se, basicamente, de folhas e, às vezes, de flores e frutos.
Raramente, ele desce ao chão. E, quando o faz, é com muito cuidado, porque é tão acostumado a vida na árvore que, quando está no chão, pode ser facilmente capturado por seus inimigos naturais, como a onça.
Mas, para fazer suas necessidades, o que acontece uma vez por semana, não tem outra saída. Ele desce devagarzinho pelo tronco da árvore e, quando chega no chão, faz um buraquinho no solo com sua pequena, curta e dura calda.
No buraquinho, ele deposita suas fezes e urina, cobrindo-as com folhas secas. Depois, é claro, volta para o alto das árvores. Revista Ciência Hoje das Crianças - nº 62 ano9, p.13. (PALP04228MS_SUP)

(PALP04230MS)- No trecho “Ele desce devagarzinho pelo tronco da árvore...” , a palavra sublinhada indica
A) a hora em que ele desceu.
B) o modo como ele desceu.
C) o lugar por onde ele desceu.
D) o motivo por que ele desceu. 
(Habilidade- Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios etc.)

 Questão 15
Leia o texto abaixo.
Nota Técnica

O Brasil vai monitorar a partir de segunda-feira (4) alimentos vindos do Japão, informa nota técnica conjunta da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgada nesta quinta-feira (31).  O objetivo das autoridades brasileiras é evitar que alimentos possivelmente contaminados por alto índice de radiação emitida pela usina nuclear de Fukushima, afetada pelo tsunami do dia 11 de março, entrem no país. De acordo com a nota, a importação de alimentos japoneses ao Brasil estará condicionada à apresentação de declaração das autoridades sanitárias do Japão de que os produtos não contêm níveis de radiação acima dos limites permitidos. g1.globo.com , 01/04/2011.

Na notícia acima, a principal informação aparece na frase
(A) “...informa nota técnica conjunta da ...ANVISA e...MAPA, divulgada nesta quinta- feira(31).” 
(B) “O objetivo das autoridades brasileiras é evitar que alimentos possivelmente contaminados....entrem no país.”
(C) “O Brasil vai monitorar, a partir de segunda-feira os alimentos vindos do Japão...”
(D) “a importação de alimentos japoneses ao Brasil estará condicionada à apresentação de declaração das autoridades sanitárias do Japão ...” 
(Habilidade- Diferenciar as partes principais das secundárias em um texto.)

GABARITO

01. B; 02. B; 03. D; 04. D; 05. A; 06. B; 07. A; 08. C; 09. A; 10. B; 11. D; 12. C; 13. D; 14. B; 15. C.

3 comentários:

  1. Muuuuuuuito boa mesmo a atividade!
    Queria saber se você teria como disponibilizá-la em arquivo word para ser baixada ou enviar para o meu e-mail, já que ao copiá-la o funfo cor-de-rosa permanece no documento.

    Agradeço desde já.

    Att,

    ResponderExcluir
  2. adorei o blog, se vc tiver jogos ou dinamicas me envie por favor

    ResponderExcluir

Obrigado a todos que passarem por esse blog e deixar seu recadinho.